Institucional
  

INGÁ - Instituto de Gestão das Águas e Clima

O Instituto de Gestão das Águas e Clima (INGÁ) foi criado pela Lei Estadual 11.050, de 06 de Junho de 2008, substituindo a Superintendência de Recursos Hídricos (SRH). O INGÁ é uma autarquia da Secretaria do Meio Ambiente do Estado (SEMA) e tem como principal finalidade gerir e executar a Política Estadual de Recursos Hídricos e de Prevenção, Mitigação e Adaptação dos Efeitos das Mudanças Climáticas. A sigla do Instituto de Gestão das Águas e Clima (INGÁ) coincide com o nome de um fruto muito comum que nasce nas matas ciliares, ou seja, nas margens de rios e lagos.

Ele é frequentemente encontrado em solos úmidos e até brejosos, devido à grande quantidade de sementes depositadas nas várzeas pelas enchentes. De origem indígena, ingá significa “embebido, ensopado, empapado”. O ingá é muito procurado pela fauna e pelo ser humano, por seu sabor adocicado. As espécies da ingazeira são componentes ecologicamente importantes nas matas ripárias, na conservação de solos ácidos, no sombreamento nos sistemas agroflorestais e pelo seu potencial germinativo.